Rev. Eronides DaSilva

 

Hermenêutica é a ciência e a arte que estuda a interpretação da Bíblia. Ciência porque estabelece regras positivas e invariáveis; arte porque suas regras são práticas. A Bíblia Sagrada é diferente de qualquer outro livro secular. Ela contém o Livro e a Mensagem! Como livro, ela contém 39 no Antigo Testamento, e 27 no Novo Testamento. Como mensagem, ela é a Palavra de Deus. Suas escrituras são compostas de histórias, profecias, poesias, enigmas, parábolas, romances, figuras e biografias.

 

As principais ciências auxiliam no estudo das Escrituras:

A hermenêutica, que procura descobrir o sentido exato das palavras e dos textos.

A crítica textual, que se propõe a determinar a exatidão das palavras e dos textos.

A exegese, que é a aplicação prática da hermenêutica e da crítica textual.

 


As principais leis da Hermenêutica que auxiliam na interpretação das Escrituras:

Lei do Contexto

A parte que vem antes ou depois do texto. Diz-se que não se deve interpretar um texto sem o auxílio do contexto, para não se fazer um pretexto: Lc 19:28-44; At 8:30-31; Is 53:7.

Lei do Texto Paralelo

Um texto deve ser auxiliado na sua interpretação utilizando o mesmo assunto que ocorre em outras partes das Escrituras Sagradas: Jo 19:18; Mc 15:27; Mt 27:38; Lc 23:39-43.

Lei da Autoria do Texto

Os diferentes autores da Bíblia viveram em tempos, culturas, situações sociais e regiões diferentes. Portanto, a forma de apresentação de um determinado texto para um povo que vivia situações diferentes, deve ser comparado com outros em tempo ou forma remota: Ef 5:22-27; I Pe 2:5-10; Ct 8:5-10.

Lei da Interpretação do Texto

A interpretação do texto é aquilo que a passagem quer dizer no tempo, no espaço e nas circunstâncias que foram escritas. O literalismo busca o que o texto quer dizer (Jo 21:6); o simbolismo busca o que a figura quer dizer (Ap 3:20).

Lei da Aplicação do Texto

Um mesmo texto pode ser aplicado a pessoas ou clãs vivendo épocas ou situações geográficas diferentes: Mt 13:24-30.

Lei da Implicação do Texto

Num sentido filosófico, pode se dizer que uma pessoa geme porque está doente. Ai está a lei da implicação – a manifestação patente do latente. Se uma pessoa tem seu rosto plácido é porque o coração está alegre. Como o batismo no Espírito Santo biblicamente é evidenciado pelo crente falar em outras línguas, assim só se pode profetizar os que receberam, de igual forma, a virtude desse Espírito: Mt 13:25; Ap 3:18-20.